PORTAL DE NOTÍCIAS

10+ MELHORES CONTOS INFANTIS | CONFIRA!

PUBLICADO EM 23/07/2019

Melhores Contos Infantis - Contos Infantis

Os contos infantis prendem a atenção, despertam a curiosidade e a imaginação e ainda promovem o desenvolvimento emocional e social das crianças. Reunimos os 10+ MELHORES CONTOS INFANTIS, vamos conferir?

CONTOS INFANTIS

O VESTIDO AZUL

Melhores Contos Infantis - O Vestido Azul

Era uma vez uma linda menina que morava num bairro pobre em uma bela cidade. Ela ia à escola todos os dias com suas roupas velhas e remendadas, então certa vez sua professora a presenteou com um vestido novo. Sua professora pensou 'Como pode uma aluna tão encantadora e inteligente vir às escola tão desarrumada assim'. Então comprou-lhe um lindo vestido azul!

Quando a menina chegou em casa com aquela roupa nova, sua mãe achou que ficaria melhor se desse banho nela todos os dias antes de ir à escola.

Seu pai depois de mais ou menos uma semana, disse a sua mãe:

"Querida esposa, você não acha uma vergonha que nossa filha, tão bonita e arrumada, more num lugar como este, caindo aos pedaços? Que tal você ajeitar um pouco a casa, enquanto eu, nas horas vagas, vou dando uma pintura nas paredes, consertando a cerca, plantando um jardim?"

E foi o que fizeram e a casa deles ficou a mais linda da rua. Tão fato fez com que os outros vizinhos se envergonhassem e também arrumassem suas casas.

Por esses dia passou um grande político que de tão impressionado, disse:

"É lamentável que gente tão esforçada não receba nenhuma ajuda do governo".

E dali saiu para ir falar com o prefeito, que o autorizou a organizar uma comissão para estudar que melhoramentos eram necessários ao bairro.

Dessa primeira comissão surgiram muitas outras e hoje, por todo o país, elas ajudaram os bairros pobres a se reconstruírem.

E tudo isso começou a partir de um lindo vestido azul... que coisa, não?

Moral da História: se cada um fizer sua parte o resultado do todo será uma verdadeira transformação!

 

O MENINO E OS PREGOS

Melhores Contos Infantis - O Menino e os Pregos

Era uma vez um garoto que era muito ruim, certo dia seu pai lhe deu um saco com pregos e lhe disse que cada vez que perdesse a calma que ele cravasse um prego na cerca atrás da casa.

Já no primeiro dia o garoto colocou 37 pregos na cerca. No dia seguinte, um pouco menos, e assim aconteceu nos dias posteriores gradativamente. O garoto foi se dando conta de que era mais fácil controlar o seu gênio do que pregar os pregos na cerca.

E finalmente chegou o dia em que o menino não perdeu mais a calma nem uma vez e disse ao seu pai que não tinha que pregar nenhum prego na cerca. Ele tinha conseguido, finalmente, controlar o seu mau temperamento.

O seu pai, muito contente e satisfeito sugeriu então que o seu filho, a cada dia que controlasse o seu temperamento ele tirasse um prego da cerca.

Com o passar dos dias da semana o garoto conseguiu e foi dizer ao seu pai que tinha tirado todos os pregos da cerca. Então o pai deu a mão ao seu filho e o levou até a cerca atrás da casa e lhe disse:

'Veja meu querido filho, você trabalhou duro para pregar e para tirar os pregos desta cerca, mas olhe os buracos que ficaram na cerca. Perceba que jamais esta cerca será a mesma.'

E o pai continuou:

'O que quero dizer é que quando você fala ou faz coisas ruins você deixa uma cicatriz, como esses buracos na cerca. Mesmo que você peça perdão a ferida estará ali para sempre, seja física ou verbal'.

Valorize seus amigos, seus pais e toda a família, pois são verdadeiras joias! As palavras do seu pai, assim como a experiência vivida com os pregos fizeram com que o menino refletisse sobre as consequências do seu caráter.

Moral da história: o respeito e o cuidado com o próximo devem sempre prevalecer!

 

A MENINA E O LEITE

 

Melhores Contos Infantis - A Menina e o Leite

Era uma vez uma linda menina da fazenda que estava indo para a cidade pela primeira vez para vender o leite de sua vaquinha. Estava toda orgulhosa!

Colocou sua melhor roupa e foi pela estrada equilibrando a lata de leite na cabeça.

Enquanto andava fazia planos entusiasmados para gastar dinheiro que ganharia com o leite:

'Vou vender o leite e comprar ovos, uma dúzia. Depois, ponho a galinha a chocar os ovos e ganho uma dúzia de pintinhos, que logo eles crescerão e terei bonitos galos e belas galinhas.'

E continuou:

'Vou vender os galos e fico com as galinhas, porque são ótimas para botar ovos. Depois ponho os ovos para chocar e terei mais galos e galinhas. Venderei tudo e compro uma cabrita e algumas porcas. E se cada porca me der três leitõezinhos, vendo dois, fico com um e ...'.

De repente a menina tropeçou numa pedra em seu caminho, perdeu o equilíbrio e levou um tombo inevitável. Infelizmente derramou todo o leite no chão para tristeza da menina junto com seus sonhos.

Moral da história: Não se deve contar com uma coisa antes de tê-la de fato!

 

BONEQUINHO DE PANO

Melhores Contos Infantis - Bonequinho de Pano

Era uma vez um bonequinho de pano, ele andava muito aborrecido porque a menina, sua dona, era um pouco maluquinha.

Ela chegava em casa e dizia:

'Bonequinho! Bonequinho! Vou te vestir de menina'.

E assim o vestia e fazia trancinhas em seus cabelos.

'Ficou lindo, parece uma bonequinha'!

'Afinal, o que é que eu sou?', perguntava o bonequinho.

'Sou menino ou sou menina? Sou boneco ou sou boneca?'

A menina não respondia e logo no outro dizia:

'Bonequinho!  Bonequinho ! Vou te vestir de menino'.

Quando terminava:

'Ai que bonequinho mais lindo eu tenho!'.

E o boneco voltava a perguntar:

'Afinal o que é que eu sou? Sou menino ou sou menina? Sou boneco ou sou boneca?'.

E a menina respondeu:

'Não importa o que você é, desde que seja do bem, levante cedo da cama e trabalhe direitinho'.

'Mas eu não sei trabalhar, sou muito pequeno', disse o bonequinho.

'Claro que você sabe, cada um tem o seu trabalho, assim como o papai e a mamãe vão trabalhar eu vou à escola estudar'.

'E qual é o meu trabalho?'.

'O seu trabalho, bonequinho é ficares à minha espera para brincar comigo.'

 

UM COPO DE LEITE

Melhores Contos Infantis - Um Copo de Leite

Um dia quando Pedro voltava para casa depois da escola, de repente sentiu fome e soube que sua mãe não teria comida pronta para ele em casa. Ele ficou desesperado e foi de casa em casa pedindo comida. Finalmente, uma garota deu-lhe um copo grande cheio de leite. Quando ele tentou pagá-la, ela se recusou e mandou-o embora.

Os anos se passaram e a menina era agora uma mulher adulta. Ela ficou muito doente e não conseguiu encontrar ninguém que pudesse curá-la. Até que um dia foi até um grande hospital com o maior médico da cidade. O médico passou meses tratando a mulher até que ela finalmente estivesse curada. A mulher estava feliz, mas também temia não poder pagar a conta. Quando o hospital entregou a conta para ela, ela abriu-a para ler: "Paga integralmente, com um copo de leite".

Moral da história: uma boa ação nunca fica sem recompensa.

 

O ROUBO DOS OVOS DE PÁSCOA

Melhores Contos Infantis - O Roubo dos Ovos de Páscoa

Era uma vez numa cidadezinha do interior um grupo de crianças que brincavam de cantiga de roda. A cidade estava em festa comemorando a Páscoa!

A tradição desta cidade era que em dado momento as crianças poderiam invadir os quintais dos vizinhos e procurar seus ovos de páscoa! Eram diversos ovos lindos: muitos apenas decorados, outros de galinha e outros de chocolate, todos tinham sido deixados pelo coelhinho da Páscoa.

Mas neste ano tiveram uma baita surpresa quando foram procurar os ovos:

'Cadê os ovos?!'.

Todo mundo procurando, adultos e crianças e ninguém sabia onde estavam os ovos!

Os pais assustados questionavam:

'E agora?'.

Era um corre corre danado! Até que uma mãe encontrou umas pegadas suspeitas:

'Vejam isto, corram aqui!'.

Juntou-se toda a criançada e seus pais, caíram na gargalhada...

Não é que a mamãe coelha responsável pela entrega dos ovinhos, havia dado a luz a um monte de coelhinhos sapecas e não estavam dando conta de carregar as cestinhas?! Então colocaram no meio de um capim verde, certamente para depois buscar.

Daí, a alegria foi geral combinaram e até os bichos participaram da festa!

E todos os ovinhos foram entregues às crianças.


A ÁRVORE DE AGULHA

Melhores Contos Infantis - A Árvore de Agulha

Era uma vez dois irmãos que viviam na borda de uma floresta. O irmão mais velho era muito mau com o irmão mais novo. Ele comeu toda a comida e pegou todas as roupas boas de seu irmão. Um dia, o irmão mais velho entrou na floresta para encontrar lenha para vender no mercado. Ao dar a volta, cortando os galhos de árvore após árvore, ele encontrou uma árvore mágica. A árvore disse-lhe:

"Oh senhor, por favor, não corte meus galhos. Se você me poupar, eu lhe darei maçãs douradas'.

O irmão mais velho concordou, mas ficou desapontado com o número de maçãs que a árvore lhe deu. A ganância dominou-o e ele ameaçou cortar o tronco inteiro, se a árvore não lhe desse mais maçãs. A árvore mágica, em vez disso, banhava o irmão mais velho, centenas e centenas de minúsculas agulhas. O irmão mais velho estava deitado no chão chorando de dor quando o sol começou a descer pelo horizonte.

O irmão mais novo ficou preocupado e foi em busca de seu irmão mais velho. Ele encontrou-o deitado com dor perto da árvore, com centenas de agulhas em seu corpo. Ele correu para seu irmão e removeu cada agulha com amor meticuloso. Depois que ele terminou, o irmão mais velho pediu desculpas por tratá-lo mal e prometeu ser melhor. A árvore viu a mudança no coração do irmão mais velho, e deu a eles todas as maçãs douradas que poderiam precisar.

Moral da história: É importante ser gentil e educado, pois sempre será recompensado.

 

A ROSA ORGULHOSA

Melhores Contos Infantis - A Rosa Orgulhosa

Era uma vez uma rosa que estava muito orgulhosa de sua bela aparência. Sua única decepção foi que ela cresceu ao lado de um cacto feio. Todos os dias, a rosa insultava o cacto em sua aparência enquanto o cacto ficava quieto. Todas as outras plantas no jardim tentaram fazer a rosa não fazer aquilo com o cacto, mas ela era muito influenciada por sua própria beleza.

Certo dia, durante o verão, o poço que regava o jardim ficou tão seco que não havia água para as plantas. A rosa começou a murchar. Ela viu um pardal mergulhar seu bico no cacto para um pouco de água. Embora envergonhada, ela perguntou ao cacto se ela também poderia ter um pouco de água. O cacto gentil concordou prontamente e ambos passaram o verão difícil como amigos.

Moral da história: Nunca julgue alguém pela aparência.

 

A BOLA DE CRISTAL

Melhores Contos Infantis - A Bola de Cristal

Era uma vez um garoto chamado João, certo dia ele encontrou uma bola de cristal atrás de uma árvore em seu jardim. Quando a bola de cristal lhe disse que realizaria um desejo seu, João pensou e pensou, mas não conseguiu pensar em nada que desejasse.

Então, ele manteve a bola de cristal em sua bolsa e esperou até que ele pudesse decidir sobre seu desejo. Dias se passaram sem que ele desejasse, mas seu melhor amigo o viu olhando para a bola de cristal. Ele a roubou de João e mostrou para todos no bairro. Todos pediram palácios e ouro, mas não puderam fazer mais do que um desejo. No final, todos ficaram com raiva porque ninguém podia ter tudo o que queria. Eles ficaram muito infelizes e decidiram pedir ajuda a João. Então o sábio menino desejou que tudo se tornasse como antes, antes que os todos tentassem satisfazer sua ganância. Os palácios e o ouro desapareceram e todos ficaram felizes e contentes mais uma vez.

Moral da história: dinheiro e ganância não trazem felicidade.

 

CALÇAS MOLHADAS

Melhores Contos Infantis - Calças Molhadas

Era uma vez Joaquim, ele era um menino pequeno que amava sua escola e seus amigos. Um dia, quando ele se sentou em sua mesa, se sentiu molhado e percebeu que tinha feito xixi nas calças!

Joaquim ficou muito envergonhado e sem saber o que fazer, afinal podiam zombar dele!  Então sentou-se em sua mesa e ficou rezando por qualquer tipo de ajuda. Sua amiga Ana estava carregando água em um jarro para regar as plantas da classe. Quando ela se aproximou da mesa de Joaquim, tropeçou e despejou todo o conteúdo do jarro em seu colo. Todos correram para ajudar Joaquim. O professor repreendeu Ana e deu a Joaquim um par de shorts.

No final do dia, Joaquim encontrou Ana no ônibus e perguntou:

"Você derrubou a água em mim de propósito, não é?"

"Eu também já molhei minhas calças uma vez", respondeu Ana.

Moral da história: não se deve zombar do outro, nunca sabemos o dia de amanhã!  

 

O URSO E DOIS AMIGOS

Melhores Contos Infantis - O Urso e dois Amigos

Era uma vez dois melhores amigos que estavam caminhando por um caminho solitário e perigoso através de uma selva. Quando o sol começou a se pôr, eles ficaram com medo, então se abraçaram. De repente, eles viram um urso em seu caminho. Um dos meninos correu para a árvore mais próxima e subiu dentro rápido nela. O outro garoto não sabia escalar sozinho as árvores, e ficou deitado no chão, fingindo estar morto. O urso aproximou-se do menino no chão e farejou sua cabeça. Depois de parecer sussurrar algo no ouvido do menino, o urso seguiu seu caminho. O menino na árvore desceu e perguntou ao amigo o que o urso havia sussurrado em seu ouvido. Ele respondeu:

"Não confie em amigos que não se importam com você".

Moral da história: quando você realmente precisa de ajuda verás quem é amigo de verdade!

HISTÓRIAS QUE PODEM TE INTERESSAR:

7+ MELHORES HISTÓRIAS BÍBLICAS INFANTIL

10+ MELHORES HISTÓRIAS PARA DORMIR

JOÃO E MARIA HISTÓRIA INFANTIL

HISTÓRIA DA CINDERELA

10+ MELHORES FÁBULAS PEQUENAS

10+ MELHORES CONTOS DE FADAS

JOÃO E MARIA | HISTÓRIA INFANTIL

Compartilhar
Mais Notícias

"As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos dos profissionais especializados tais como médicos, advogados, nutricionistas, psicólogos e quaisquer outros profissionais relacionados ao tema descrito."