PORTAL DE NOTÍCIAS

JOGO DA ONÇA | REGRAS, COMO BRINCAR E MUITO MAIS

PUBLICADO EM 23/06/2020

brincadeira-jogo-da-onca

Os jogos e brincadeiras indígenas tradicionais ensinam habilidades valiosas, mas também combinam bem-estar físico e mental. Atualmente o Brasil conta com aproximadamente 305 povos indígenas no Brasil, sendo que a maioria se concentra na Amazônia. Essas nações e grupos distintos têm histórias, tradições e culturas diversas - além de jogos e brincadeiras. As brincadeiras e jogos indígenas promovem muitos benefícios para o desenvolvimento das crianças e, principalmente, mantém as tradições vivas. Aqui você vai conferir JOGO DA ONÇA ou ADUGO, as regras, o objetivo e muito mais. Confira agora! 

Os jogos indígenas tradicionais têm muitos benefícios e desfrutam de um interesse crescente. Existem várias atividades indígenas que colocam as crianças em contato com a natureza. Um bom exemplo disso é o Jogo da Onça que, em sua criação, era jogado na terra com sementes e pedrinhas.

O Jogo da Onça é adequado para crianças e adultos de todas as idades e pode ser usado em escolas como um recurso educacional e de preservação cultural. Veja abaixo os principais benefícios dos jogos indígenas tradicionais:

BENEFÍCIOS DOS JOGOS INDÍGENAS TRADICIONAIS

Os benefícios dos jogos indígenas tradicionais incluem:

* Socialização de povos indígenas e não indígenas

* Preservação da cultura indígena

* Ajudar a reconectar os jovens indígenas urbanos à sua cultura

* Aumentar a retenção da educação (ou seja, frequência na escola)

* Promover a reconciliação

* Melhorar a saúde física e psicológica

Muitas comunidades indígenas acreditam que as brincadeiras e jogos indígenas tradicionais são um forte indicador de que sua cultura pode sobreviver. Dessa maneira, os jogos tradicionais não estão apenas ajudando as crianças e jovens indígenas, mas também inspirando os membros mais velhos da comunidade.


COMO BRINCAR de ADUGO OU JOGO DA ONÇA

https://cursodebaba.com/images/brincadeira-jogo-onca2.jpg

Enquanto algumas comunidades indígenas podem usar esses jogos e atividades para descontrair, enquanto outras como parte da tradição cultural. Nas aldeias indígenas o tabuleiro do Jogo da Onça é desenhado na terra com o auxílio de um graveto.  Utilizam-se pedrinhas e sementes para designar os personagens. Veja mais:

ORIGEM DO JOGO DA ONÇA

Origem: Adugo ou Jogo da Onça é um jogo de tabuleiro popular entre alguns povos indígenas do Brasil: Bororo no Mato Grosso, Manchakeri no Acre e os Guaranis em São Paulo.

 

CARACTERÍSTICAS DO JOGO DA ONÇA

Idade recomendada: a partir de 6 anos

 

Objetivo do jogo: a onça precisa capturar cinco cachorros, enquanto                              os cachorros precisam imobilizar a onça.

Habilidades:

·       Estimulação do raciocínio lógico

·       Pensamento estratégico

·       Inteligência emocional

·       Construção de aprendizagens próprias

 

Materiais: tabuleiro do jogo adugo (você pode confeccionar em casa) e peças para repesentarem a onça e os cachorros (1 onça e 14 cachorros)

Número de participantes: 2

COMO BRINCAR

Como Brincar: O Adugo é um excelente jogo de estratégia, sendo que os 14 cachorros jogam contra a onça, tentando imobilizá-la, ou seja, não deixando que ela se movimente. A onça, por sua vez, precisa capturar 5 cachorros para vencer. Vence aquele que atingir seu objetivo primeiro.

 REGRAS

Regras: Os participantes escolhem por conta própria ou a partir de sorteio quem vai ser a onça e quem vai representar os 14 cachorros. A peça que representará a onça fica bem no centro do tabuleiro e as demais, atrás dela, à direita e à esquerda. Veja a imagem do tabuleiro abaixo:

https://cursodebaba.com/images/brincadeira-jogo-onca2.jpg

A onça é quem dá início a partida. Tanto ela como os cães podem andar para uma casa vizinha vazia por vez, em qualquer direção. A onça tentará capturar 5 cachorros da mesma forma que ocorre em um jogo de dama, ou seja, pulando o cachorro e se dirigindo à próxima casa vazia. E, como ocorre no jogo de damas também é permitido capturar os cães em sequência. Já os cachorros não podem capturar a onça, ou melhor, não podem eliminar sua peça representativa do jogo, mas sim cercá-la por todos os lados. Dessa maneira, a onça ficará imobilizada e os cachorros vencem a partida. O ideal é que os cachorros encurralem a onça para o espaço representado pelo triângulo no tabuleiro, uma espécie de armadilha.

As brincadeiras e jogos indígenas  contribui para que as crianças aumentem seus níveis de atividade física, fortalecendo seu senso de cultura e tradição.

Gostou do Jogo da Onça? Você pode conferir mais artigos deste tipo envolvendo brincadeira, jogos e atividades para as crianças em BRINCADEIRAS.

BRINCADEIRAS QUE PODEM TE INTERESSAR:

10+ MELHORES BRINCADEIRAS COM BAMBOLÊ

10+ MELHORES BRINCADEIRAS INDÍGENAS

15+ MELHORES BRINCADEIRAS DE HALLOWEEN

11+ MELHORES BRINCADEIRAS DE PÁSCOA

11+ BRINCADEIRAS PARA EDUCAÇÃO INFANTIL

10+ MELHORES BRINCADEIRAS PARA FESTA INFANTIL

10+ BRINCADEIRAS COM BOLA

11+ MELHORES BRINCADEIRAS DE RUA

11+ MELHORES BRINCADEIRAS CANTADAS

 

Compartilhar
Mais Notícias

"As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos dos profissionais especializados tais como médicos, advogados, nutricionistas, psicólogos e quaisquer outros profissionais relacionados ao tema descrito."