NASCIMENTO DOS DENTES DO BEBÊ [GUIA PRÁTICO COM IMAGENS]

PUBLICADO EM 11/06/2019

Os bebês crescem e se desenvolvem a cada mês, os dentes também passam por algumas fases e exigem diferentes cuidados ao longo dos anos. É importante destacar que quando se trata de dentição, todo bebê é diferente, então não se preocupe se o bebê da sua amiga já está com vários dentinhos aos 6 meses e o seu ainda não tem nenhum.

Você sabe quando começam a nascer os primeiros dentinhos no bebê?

É praticamente certo que no primeiro ano surja o primeiro dente, alguns entre 4 e 6 meses e outros ainda podem nascer já com os primeiros dentinhos, incrível né?

Confira agora um GUIA PRÁTICO DO NASCIMENTO DOS DENTES, quando devem nascer e a ordem que devem seguir de acordo com os especialistas da saúde.

FASES DO NASCIMENTO DOS DENTES

nascimento-dos-dentes-dentista

Confira agora as diferentes fases do desenvolvimento dentário.

O surgimento dos dentes de leite faz parte do desenvolvimento normal do seu bebê. É provável que até os 3 anos de idade filho terá 20 dentes, mas é possível que em alguns casos também ocorra algum atraso na erupção de algum dentinho ou na ordem que devem nascer. Nesses casos é aconselhável procurar um dentista pediátrico para esclarecer as dúvidas.

Os dentes da frente inferiores(incisivos centrais) são os primeiros a surgir, acompanhe a ordem correta que devem nascer os dentinhos:

1.     INCISIVOS CENTRAIS (DENTES DA FRENTE)

2.     INCISIVOS LATERAIS (ENTRE OS INCISIVOS CENTRAIS E CANINOS)

3.     PRIMEIROS MOLARES

4.     CANINOS

5.     SEGUNDOS MOLARES

Apesar das diferenças em relação ao tempo em que nascem os dentes em cada crianças, os especialistas da saúde elaboraram um cronograma geral:

Entre 6 e 10 meses incisivos centrais inferiores;

Entre 8 e 12 meses incisivos centrais superiores;

Entre 9 e 13 meses incisivos laterais superiores;

Entre 10 e 16 meses incisivos laterais inferiores;

Entre 13 e 19 meses primeiros molares superiores;

Entre 14 e 18 meses primeiros molares inferiores;

Entre 16 e 22 meses caninos superiores;

Entre 17 e 23 meses caninos inferiores;

Entre 23 e 31 meses segundo molares inferiores;

Entre 25 e 33 meses segundo molares superiores.


BEBÊS QUE NASCEM COM DENTES

bebes-que-nascem-com-dentes

Você sabia que alguns bebês já nascem com alguns dentes? Sim, é isso mesmo! Denominados de dentes natais, ou seja, que estão presentes no nascimento e dentes neonatais que aparecem durante o primeiro mês, não são muitos comuns, mas normalmente não são motivos de preocupação.  

Porém se o seu bebê nascer com um branco perolado, é importante visitar um dentista pediátrico que pode recomendar o alisamento de bordas afiadas. Somente em casos onde o dente estiver muito solto porque a raiz não está completamente formada, o dentista pode sugerir a extração para evitar que o bebê engasgue se ele cair sozinho.

Algumas condições aumentam as chances de bebês com dentes natais, como por exemplo, em bebês com fissura de palato ou lábio. Os bebês que nascem com irregularidades na dentina (os tecidos calcificados que ajudam a formar os dentes) também podem ter dentes natais. O fator genético também aumenta as chances, ou seja, pais que tiveram dentes natais tem maiores chances seus filhos também nascerem com eles.

 

IDENTIFIQUE POSSÍVEIS PROBLEMAS NA DENTIÇÃO DO SEU FILHO:

É preciso acompanhar todo o processo de dentição do seu filho para analisar se tem algo errado acontecendo. Na dúvida, claro, procure um dentista pediátrico para realizar a limpeza anual, a aplicação de flúor e também sanar todas as preocupações.

Além de ficar atento a ordem do nascimento dos dentes do bebê, é preciso verificar a questão de espaçamento entre os dentes e prevenir cáries e outras doenças. Os dentes de leite são menores e mais espaçados para garantir espaço mais tarde para os permanentes que devem começar a apontar entre 5 e 6 anos com os dentes incisivos centrais inferiores.

As cáries também são motivos de grande preocupação tanto nos dentes de leite quanto nos permanentes. Os dentes de leite são bem mais sensíveis que os permanentes e uma vez com cáries pode acarretar em perda precoce dos dentes, gengivite, infecções e outras doenças. Por isso é importante ir ao dentista uma vez por ano desde o surgimento do primeiro dentinho que deve ocorrer no primeiro ano do bebê.

 

Veja também: SINTOMAS NO BEBÊ QUANDO ESTÁ NASCENDO O DENTE | DICAS E CUIDADOS ORAIS

Compartilhar
Mais Notícias