7 + DICAS INFALÍVEIS PARA O DESFRALDE NOTURNO DO SEU FILHO

PUBLICADO EM 22/02/2019

Chegou a hora do desfralde noturno? Sua criança vai começar a dormir sem fraldas? Confira agora 7 + dicas infalíveis para ter êxito neste processo!

O desfralde noturno é mais um marco na vida de uma criança e, muitas vezes, pode ser um desafio para toda a família. Normalmente quando o desfralde noturno é feito depois de concluído o processo de desfralde diurno fica mais fácil, pois a própria criança demonstra mais interesse e segurança.

Durante o processo de desfralde noturno é preciso ter paciência, tudo tem seu tempo e cada criança também tem seu tempo. Não adianta querer retirar a fralda muito cedo, o ideal é que a criança já esteja falando e entendendo o que vai acontecer.  Além disso os primeiros escapes serão inevitáveis, por isso já providencie capas impermeáveis para o colchão da criança.

QUAL A IDADE CERTA PARA O DESFRALDE NOTURNO?

desfralde noturno

O desfralde noturno geralmente acontece naturalmente entre as idades de 3 e 4 anos, mas isso pode acontecer mais cedo ou mais tarde dependendo de cada criança ou da escola, se estiver frequentando. A bexiga da criança precisa ter amadurecido o suficiente para manter a urina durante a noite, ou o caminho neural do cérebro da bexiga deve estar suficientemente desenvolvido para enviar um sinal que a acorde para fazer xixi.

COMO ENSINAR MEU FILHO A FAZER AS NECESSIDADES NO LUGAR CERTO? [DESFRALDE NOTURNO PSICOLOGIA]

Participação: A primeira coisa que você deve fazer é conversar com seu filho sobre sua decisão, explicar como será feito esse processo e como ele vai ser ótimo para ele. Você pode fazer a criança participar ativamente desse processo, afinal ela é a protagonista principal, não é mesmo?

Luz noturna: uma luz suave neste processo de desfralde noturno é reconfortante, deixe a criança ajudar a escolher este item. Mais uma vez converse com a criança sobre o por quê você está comprando este produto e com ajudará quando ela não estiver usando fraldas à noite.

Brincadeira: faça do desfralde noturno uma grande brincadeira com a criança. Marque uma data com ela no calendário para embarcarem nessa aventura. Quando chegar o dia diga ao do tipo “Vamos doar essas fraldas, pois agora essa menina vai usar calcinhas de mocinha” ou “Esse meninão vai levar suas fraldas para outro planeta, pois não precisará mais delas”.

Limite o número de bebidas: ofereça a última bebida da água cerca de 1h30min antes de dormir, tempo suficiente para ser processado antes de dormir. Assim, antes de por a criança na cama, leve-a ao banheiro.

https://cursodebaba.com/images/desfralde-noturno-inverno.jpg

Sininho: converse com sua criança sobre deixar um sininho ou algo similar para caso ela acorde à noite e fique com medo de ir sozinha até o banheiro.

Preparação: escapes irão acontecer nesse processo de desfralde noturno, então esteja preparada para lidar com tranquilidade e passá-la para a criança. Uma ideia muito bacana é sempre brincar com a situação: “Ah que xixi rápido, ele não esperou!”

Idas ao banheiro: no início do processo de desfralde noturno é importante você leve a criança pelo menos 1 vez à noite para esvaziar a bexiga, você pode levá-la até dormindo até a privada ou penico e ir falando bem baixinho para ela fazer xixi. Você pode abrir um pouco da torneira para que o som da água estimule a criança a esvaziar a bexiga!

Não desista: após iniciar o processo de desfralde noturno, não pare! Mesmo que o processo não esteja indo tão bem quanto você esperava é importante não parar, isso pode atrapalhar muito a cabecinha da criança.


DESFRALDE NOTURNO NO INVERNO

https://cursodebaba.com/images/desfralde-noturno.jpg

O desfralde noturno é mais indicado ser realizado nos meses mais quentes, além da criança transpirar mais e urinar um pouco menos, você terá que lidar com menos roupas neste processo. Imagina lavar os cobertores ou mantinhas todos os dias e mais as roupas grossas de inverno?

Por outro lado vai depender muito da criança e de como ocorreu o desfralde diurno, pois muitas crianças tiram de letra esse processo e a época vai acabar não interferindo muito.


DESFRALDE NOTURNO E AUTISMO

https://cursodebaba.com/images/desfralde-noturno-idade.jpg

As crianças que apresentam autismo podem não alcançar marcos típicos tão rapidamente quanto as crianças comuns em relação os desfralde, tanto o diurno quanto o noturno. Às vezes, crianças autistas usam fraldas por muitos anos, vai depender do grau de comprometimento de cada criança. Tenha em mente que o autismo é um atraso no desenvolvimento e você pode esperar que o progresso seja mais lento para as crianças com autismo. Uma criança pode desfraldar com 3 anos, enquanto uma criança autista pode dominar a habilidade aos 5 ou 6 anos. E dependendo do comprometimento levar mais tempo ainda.Os problemas de socialização e de comunicação tão comuns em crianças autistas podem dificultar que informem os outros quando precisam usar o banheiro. Em casos mais severos a própria capacidade de reconhecer quando usar o banheiro pode ser prejudicada.Outro ponto a ser trabalho em relação ao desfralde nortuno em crianças com autismo são as habilidades motoras, uma vez que se não em trabalhadas e estimuladas podem interferir na capacidade da criança de puxar a calça para cima ou para baixo.Existem algumas maneiras de lidar com problemas associados a crianças autistas com  fraldas:

Uso de figuras para facilitar a comunicação: a partir de cartões ilustrativos a criança pode avisar aos pais ou professores que é hora de usar o banheiro.  Existem vários tipos de cartões prontos que você pode imprimir direto de internet, comprar em lojas ou mesmo confeccionar os seus próprios cartões com a ajuda da criança.

Treinamento higiênico: ofereça regularmente atividades de treinamento higiênico à rotina diária do seu filho, mesmo que ele ainda esteja usando fraldas. Isso mostra a relação que a criança deverá fazer com o uso do banheiro. Mas, atenção, certifique-se de verificar se a criança está preparado e evite forçá-la a sentar-se no vaso sanitário.

Terapeuta Ocupacional: trabalhe em conjunto com o terapeuta ocupacional da criança com a finalidade de desenvolver atividades que possam melhorar as habilidades motoras finas. É sempre importante discutir as dificuldades deste processo com o pediatra e demais profissionais para você poder desenvolver um plano de ação adequado ao seu filho.

Gostou deste post? Talvez você goste também de conhecer algumas atividades e brincadeiras para crianças autistas AQUI!

Veja também: https://saude.abril.com.br/medicina/novo-exame-diagnostica-autismo-em-bebes-com-3-meses-de-vida/

 

Compartilhar
Mais Notícias