5 DICAS: MEU FILHO NÃO COME! [VEJA O QUE FAZER]

PUBLICADO EM 27/02/2019

meu filho nao come

Seu filho está se recusando a comer? Conheça agora as principais razões e como fazer alguns ajustes simples podem mudar tudo!

É muito comum ouvir dos pais: “MEU FILHO NÃO COME”, ou “MEU FILHO NÃO QUER COMER COMIDA DE SAL”, ou “MEU FILHO NÃO COME FRUTA”, ou “MEU FILHO TEM 4 ANOS E NÃO QUER COMER NADA”, etc.

A verdade é que a grande maioria das crianças faz isso ocasionalmente, mas para alguns pais esse tempo parece uma eternidade. A boa notícia é que existem verdadeiras razões pelas quais isso ocorre e maneiras como você pode ajudá-las.

PRESSÃO DOS PAIS [MEU FILHO NÃO COME]

https://cursodebaba.com/images/meu-filho-nao-come.jpg

Muitos pais ficam bastante ansiosos durante as principais refeições da criança, pois querem se certificar que se alimentaram bem, que adquiriram todas as vitaminas e minerais necessárias para seu crescimento e desenvolvimento. E muitas vezes, mesmo que de forma indireta, acabam por deixar esse momento tenso para a criança. Às vezes um simples gesto ou comentário já são suficientes para a criança acabar ‘travando’ e não querer comer. Por sua vez, os pais se desesperam e aumentam ainda mais a pressão, virando um verdadeiro jogo diário. Primeiro você precisa fazer com a criança é só mais uma pessoa sentada à mesa e não o centro das atenções. Permita que seu filho se alimente sozinho e em seu ritmo, ofereça uma variedade de alimentos e peça que ela escolha quais quer provar naquele dia ou naquela refeição. O tempo para se alimentar é bem diferente dos adultos, então se programe para servir as refeições bem antes de um compromisso, assim você também não se desesperará para que seu filho coma logo tudo.

NÃO DEIXAR A CRIANÇA PARTICIPAR [MEU FILHO NÃO COME]

Muitos pais por pressa ou por receio das crianças se machucarem falham ao não deixar a criança participar ativamente de todo o processo das refeições. Claro, não é possível fazer isso todo dia, mas algum dia da semana você conseguirá levar seu filho junto com você até o supermercado para fazer compras para o almoço ou jantar. Vá até a sessão de verduras, legumes, frutas e peça para a criança ajudar a escolher e a embalar o que vão levar. Mostre opções de alimentos saudáveis e explique seus benefícios, vai ajudar bastante a criança escolher o que deseja. A parte do preparo também é essencial, por isso escolham o cardápio do dia e peça para que a criança lave os legumes, por exemplo. Peça que pegue a cebola, a cenoura ou que forem usar na geladeira. Outra oportunidade que você pode oferecer é a arrumação da mesa, elas adoram! A participação ativa das crianças é essencial para se sentirem mais animadas e confiantes em experimentarem coisas novas e comerem com prazer. Um simples almoço pode demorar mais tempo que levaria se você o fizesse sozinha (o), mas os benefícios são enormes e vale a pena.  

A CRIANÇA ENJOOU DA COMIDA OU DO LANCHE [MEU FILHO NÃO COME]

Muitas vezes na correria do dia a dia ligamos tudo no automático e nem pensamos muito, só queremos resolver o que precisa ser feito e pronto. E isso acontece bastante nas próprias refeições e pode ser mais uma das razções pelas quais seu filho está se recusando a comer ou volta com o lanche intacto da escola. Mesmo alimentos que antes adoravam e pediam todos os dias agora podem ter enjoado, isso é normal e bem comum. Passa-se um tempo e esses alimentos podem voltar a fazer sucesso com seu filho, tenha calma. Tem crianças que comem uma porção giganteca de brócolis por dia e de repente não querem nem ouvir falar. Por isso é importante ouvir e perguntar para a criança se ela não está gostando mais e peça sua ajuda para trocar esses alimentos ou lanches por outros semelhantes, ou seja, do mesmo grupo alimentar. Ofereça as opções e deixe que a criança escolha, apenas a ajude, mostrando as opções e os benefícios. Tem pais que fazem a mesma sopa para o bebê todos os dias, com muitos legumes, e em determinado momento o bebê se recusa a comer. É preciso variar o cardápio, nós também gostamos de cardápios novos às vezes. Reflita sobre isso!

A CRIANÇA ESTÁ DISTRAÍDA [MEU FILHO NÃO COME]

Um erro comum que muitos pais cometem é deixar que seus filhos realizem as refeições em sofás, no chão, ou em qualquer lugar improvisado assistindo TV, ou vídeos no tablet, iPad, etc. As crianças ficam distraídas em relação à comida, não entendem a importância das refeições e podem tanto comer de menos quanto de mais. É preciso definir o local correto para realizar as refeições, de preferência à mesa com toda a família, se não for possível que seja apenas ela na mesa com um adulto para acompanhar. Nada de brinquedos, TV, celulares e outros acessórios que distraiam as crianças. 

PORÇÕES GRANDES [MEU FILHO NÃO COME]

https://cursodebaba.com/images/meu-filho-nao-come-bebe.jpg

Os pais ficam muito felizes e satisfeitos quando seus filhos comem bastante, “quanto mais melhor”, e acreditam que estão fazendo o melhor. Não há muito com o que se preocupar se uma criança estiver comendo bastante quando se trata de alimentos saudáveis. Mas cada criança é única e muitas vezes os pais exageram na dose, servindo porções muito grandes de comida. Não é porque o filho mais velho comia essas grandes porções que seu filho mais novo também deverá comer. A criança na verdade só precisa comer o suficiente, são pequenas porções de cada alimento, o mais importante é a variedade do que a quantidade. Quando uma criança olha para seu prato e vê uma quantidade grande de comida pode se sentir bem desconfortável e se recusar a comer. Comece servindo uma refeição mais equilibrada e colorida que sua criança estará bem alimentada.


MUITO SUCO (OU LEITE) [MEU FILHO NÃO COME]

É bem comum também algumas mães reclamarem “MEU BEBÊ NÃO COME NADA SO MAMA”, ou então que “MEU FILHO NÃO QUER COMER COMIDA DE SAL”. Após os 6 meses a maioria dos pediatras já recomendam a introdução de sólidos na alimentação dos bebês, então algumas mamadas devem ser trocadas por comidas de acordo com recomendação médica. É normal o bebê se recusar no início, por isso se inicia com a papinha doce e aos poucos a salgada. O que você não pode fazer é oferecer o leite logo em seguida da recusa da comida. Assim ele não vai mesmo ficar com fome e entenderá que é só reclamar que você já oferece o leite. Outro problema comum em crianças que recusam a comida pode ser o consumo de sucos durante as refeições. O estômago acaba transmitindo a mensagem de saciedade, quando na verdade só tem suco quase. Além do excesso de calorias e açúcar que os sucos tem eles acabam enganando o estômago e fazendo com que as crianças comam menos. O ideal é oferecer água durante as refeições.

A CRIANÇA NÃO ESTÁ BEM [MEU FILHO NÃO COME]

Assim como os adultos, quando as crianças não estão bem, não conseguem se alimentar bem. Pode ser um resfriado que está chegando, uma dorzinha de barriga, ou qualquer outra doença. O ideal é não forçar que se alimente, mas incentive-o a se hidratar através de sucos ou água. Com relação aos alimentos priorize aqueles que são fáceis de digerir, como arroz branco, banana, sopas de legumes, etc. A frequência com que a criança se alimenta quando está doente também, principalmente os fluidos são importantes. Problemas digestivos e de estômagos também são bem incômodos para a criança e podem afetar sua alimentação, como constipação e refluxos. Nesses casos é melhor pedir orientação médica.

EXCESSO DE LANCHES DURANTE O DIA [MEU FILHO NÃO COME]

https://cursodebaba.com/images/meu-filho-nao-come-socorro.jpg

Muitas crianças realizam diversas refeições do tipo lanche ao longo do dia, o que pode afetar drasticamente seu apetite durante as principais refeições do dia como almoço e jantar. Os pais muitas vezes nem percebem ou são coniventes com a situação, principalmente por achar normal que a criança se alimente a todo momento que sente necessidade. Por isso é essencial estabelecer uma rotina de horários com relaçãos aos lanches. O ideal é apenas um lanche entre café da manhã e almoço, outro o almoço e jantar e outro bem leve antes de dormir.  

SEU FILHO(A) ESTÁ CANSADO(A) [MEU FILHO NÃO COME]

Se durante a refeição sua criança estiver esfregando os olhos, chorando ou reclamando muito, pode ser que esteja muito cansada. Muitas vezes devido a uma rotina corrida e cheia de atividades associada a poucas horas de sono à noite, a criança pode apresentar problemas para se alimentar adequadamente. Algumas crianças precisam tirar um cochilo a tarde às vezes, para outras isso pode atrapalhar o sono da noite. É preciso avaliar a situação e o dia a dia de cada criança e, principalmente, se está dormindo cedo. Se o problema for só na hora do jantar, então considere oferecê-lo mais cedo.  

Veja também: https://vejasp.abril.com.br/saude/por-que-meu-filho-nao-come/

 

Compartilhar
Mais Notícias