RELEMBRE AS 10 BRINCADEIRAS DE ANTIGAMENTE E SUAS REGRAS
BLOG

RELEMBRE AS 10 BRINCADEIRAS DE ANTIGAMENTE E SUAS REGRAS

PUBLICADO EM 19/04/2018

Seja através do Esconde-Esconde ou da Dança das Cadeiras, as brincadeiras de antigamente fazem a cabeça da criançada e reforçam os laços afetivos com os pais! Vamos relembrá-las junto com suas regras?

A importância das Brincadeiras de antigamente

Brincar é uma das coisas mais importantes que uma criança pode fazer e, ainda, desenvolver habilidades sociais, linguagem, desenvolvimento motor e físico.

As “brincadeiras de antigamente” são muito exploradas na atualidade e parecem nunca estar fora de moda para as crianças. Essas brincadeiras de antigamente foram criadas em um contexto onde não existiam tantos brinquedos disponíveis no mercado e com preço acessível, então para as crianças se divertirem era preciso que elas mesmo fizessem uso de muita imaginação e criatividade ou mesmo os pais ajudavam nesta criação com os filhos.

Vamos quais as crianças mais gostam?

  1. 1. Amarelinha (brincadeiras de antigamente e suas regras)

brincadeiras de antigamente

     É uma das brincadeiras de antigamente mais empolgantes e que são muito utilizadas na Educação Infantil, pois ao mesmo que tempo que ajuda as crianças a conhecer e a escrever os números, também desperta e exercita as suas habilidades como contar, raciocinar e, ainda, trabalha o equilíbrio. Com o auxílio de uma pedrinha a criança deve jogar na casinha do número 1 da Amarelinha e não poderá pisar nesta casinha quando estiver atravessando o caminho. Quando retornar aí sim deverá pegar a pedrinha. Esta brincadeira que também é um jogo vai trabalhar também a sequência numérica, pois sempre terá início no número 1, depois o número 2 e assim por diante até o 10. Caso a criança se desequilibre ou pise nas linhas, deve retornar para o começo. o equilíbrio ou pisar nas linhas, volta para o começo. O vencedor é aquele que conseguir marcar primeiro as 10 casas.

 

  1. 2. Passa Anel (brincadeiras de antigamente e suas regras)

 brincadeiras de antigamente

Quem nunca brincou de Passa Anel? Essa brincadeira antiga ainda faz sucesso com as crianças. Normalmente as crianças ficam em roda ou no caso de 2 ou 3 crianças podem ficar lado a lado. A brincadeira inicia com uma criança ficando com o anel entre suas duas mãos e as outras crianças ficam sentadas com as palmas das mãos unidas. A criança com o anel passa suas mãos pelas mãos das outras crianças e solta o anel nas mãos de uma delas, sem que as outras percebam. Ao final a criança que estava passando o anel escolhe uma das crianças que estavam brincando com quem ela acha que está o anel. Se a criança acertar, será a próxima a passar o anel; se errar, passará o anel quem a criança que tiver recebido.

3. Pular Corda (brincadeiras de antigamente e suas regras)

brincadeiras de antigamente

Hoje em dia é mais difícil encontrar crianças brincando de “Pular Corda". Mas uma vez apresentada a brincadeira, eles tomam gosta rapidinho e largam muitos brinquedos para pular corda. Nas brincadeiras de antigamente era comum as crianças cantarem “Com quem você pretende se casar?" enquanto pulavam. A brincadeira consiste basicamente em duas crianças batendo a corda bem próxima ao chão, enquanto as outras pulam. Os saltos devem seguir uma sequência determinada e a altura da corda vai aumentando aos poucos.

 

  1. 4. Batata Quente (brincadeiras de antigamente e suas regras)

brincadeiras de antigamente

As crianças a partir dos 3 anos já conseguem brincar com esta brincadeira antiga e que causa bastante alvoroço durante sua execução já que ninguém quer pegar a batata quente nas mãos. As crianças sentam-se em roda e um adulto ou uma das crianças ficam de fora, de costas. Começa a brincadeira e o objeto escolhido para ser a batata quente (normalmente uma bolinha) vai passando de mão em mão na roda enquanto a pessoa que está de fora vai cantando : “batata quente, quente, quente, ..., queimou!”. A criança que estiver com a bola no momento do ‘queimou’sai da brincadeira. E assim, segue a brincadeira até sobrar apenas uma criança que será a vencedora.

 

  1. 5. Pega-Pega (brincadeiras de antigamente e suas regras)

brincadeiras de antigamente

Essa sim é uma das brincadeiras de antigamente que também fazem sucesso no dias de hoje. De forma geral podemos dizer que na brincadeira de Pega-Pega temos os pegadores e os que devem ser apanhados. Uma das crianças é escolhida ou sorteada para ser o pegador e a brincadeira tem início. O pegador tenta através de apenas tocar o amigo mais próximo ou que estiver mais fácil de ser apanhado. Uma vez que o apanhador encostou em alguém, dizemos que ele “pegou” e então este que foi apanhado se torna o próximo pegador e assim sucessivamente. Antigamente era comum as crianças fazerem uso do chamado “pique salva”, que era um lugar qualquer escolhido por todos como o lugar onde o pegador não pode pegar, ou seja, um lugar seguro mais usado para as crianças descansarem e se salvarem por um tempinho do pegador.

 

  1. 6. BOLHA DE SABÃO (brincadeiras de antigamente e suas regras)

brincadeiras de antigamente

Trata-se de uma experiência que pode ser trabalhada em diferentes idades.Tanto bebês quanto as crianças maiores adoram brincar com bolinha de sabão, além de divertido, estimula a imaginação, a atenção e a coordenação motora.

 

  1. 7. ESCONDE-ESCONDE (brincadeiras de antigamente e suas regras)

brincadeiras de antigamente

A partir dos 4 meses já é possível brincar de esconde-esconde a própria fraldinha de pano que ele usa ou uma cobertinha que ele adora. Você esconde o seu rostinho e aparece sempre interagindo e tentando fazê-lo sorrir e a participar do seu jeito e de acordo com suas possibilidades. Entre 2 e 3 anos a brincadeira de esconde-esconde vai se tornando mais divertida para a criança. Já para as crianças a partir dos 4 anos essa brincadeira é uma verdadeira festa, continuam brincando de esconde-esconde em casa com os pais e, agora, na escolinha e outros lugares ao ar livre onde possam interagir com outras crianças.  E como funciona mesmo? É assim: uma criança fica virada para uma parede ou uma árvore, de preferência encostada e com os olhos bem fechados, contando até 10 ou em alguns casos, até 20. Terminada a contagem, ela sai à procura daqueles que se esconderam. Assim que achar alguém é preciso encostar nele e retornar correndo para o lugar contagem. Conseguindo essa façanha a pessoa encontrada é quem deverá contar e encontrar dessa vez; se não conseguir tentar fará com as outras que estão escondidas até conseguir.

 

  1. 8. ADOLETA (brincadeiras de antigamente e suas regras)

Dentre a variedade de brincadeiras de antigamente realizadas com as mãos, uma das mais famosa, se não a mais é a Adoleta . Vamos recordar a canção da adoleta?

"A-do-le-tá, Le-pe-ti pe-ti-pe-tá, Le café com chocolá, A-do-le-tá; Puxa o rabu do tatu, quem saiu foi tu..!”

A brincadeira inicia-se bem devagar e vai aumentando sua velocidade, as crianças brincam muito nas escolinhas e adoram!

 

  1. 9. Pedra, Papel ou Tesoura (brincadeiras de antigamente e suas regras)

brincadeiras de antigamente

Vamos recordar essa brincadeira? Trata-se também de um jogo com as mãos que estimula muito a agilidade e atenção das crianças! Primeiro, os símbolos: pedra (mão fechada), papel (mão aberta) ou tesoura (dedos indicador e médio estendidos). Essa brincadeira pode ser feita com duas ou mais crianças, mas funciona melhor entre duas: ficam uma de frente para a outra e quando falarem “já”, colocam uma das mãos para frente representando um dos três símbolos (pedra, papel ou tesoura). E quem vence afinal?  Pedra ganha da Tesoura, pois a pedra a quebra; Tesoura ganha do Papel, já que o corta; e Papel ganha da Pedra, uma vez que a embrulha. Se ocorrer de apresentarem os mesmo símbolos é só jogar outra vez e é considerado empate na rodada em questão.

 

  1. 10. Stop (brincadeiras de antigamente e suas regras)

Essa brincadeira que também é um jogo trabalha a interação, a criatividade, concentração, rapidez de raciocínio e ainda favorece o enriquecimento do vocabulário das crianças.  As crianças vão definir sozinhas ou com a ajuda de um adulto quais categorias irão fazer parte do jogo e a partir disso é formada uma tabela. O jogo tem início com a contagem feita com os dedos de uma das mãos de cada jogador. Contam-se os dedos levantados e encontra-se a letra correspondente no alfabeto (o A é 1, B é 2, C é 3 e assim por diante). Escolhendo-se a letra da vez todos devem escrever nas categorias palavras que começam tal letra. Assim que o primeiro jogador terminar sua tabela deverá gritar ”STOP” e, então, todos devem parar de escrever. Cada jogador deve revelar suas respostas e a pontuação é: 5 pontos para palavras repetidas e 10 pontos para palavras inéditas da rodada. Terminada o número de rodadas da tabela, vence quem tiver mais pontos na soma das rodadas.

Mais Notícias